skip to Main Content
contato@paisefilhas.com.br
Mitos Sobre Cicatrização De Feridas Que A Vovó Não Sabe!

Mitos sobre cicatrização de feridas que a vovó não sabe!

Existem muitas opiniões e recomendações sobre a cicatrização de ferimentos. Sabemos que a única e correta recomendação aceitável é a de consultar o seu médico, não se automedicar e nem utilizar “remédios caseiros” para curar ferimentos. Veja aqui uma lista de falsas informações que já ouvimos em algum momento sobre a cicatrização dos ferimentos.

Mito: Aplicar álcool para cicatrização ou tratamento de ferimento.
Não se deve aplicar álcool em nenhuma lesão, muito menos uma bebida alcoólica. A solução é deixar que o ferimento cicatrize sozinho lavando com água e sabão.

Mito: Esfregar o ferimento ou aplicar arnica para a cicatrização.
A arnica é um unguento homeopático com resultados psicológicos, já que estudos recentes comprovaram que não contribui para a cicatrização de ferimentos. Está tudo na cabeça da pessoa ferida e na de quem o aplica.

Mito: Tomar leite ajuda a melhorar a intoxicação estomacal.
Ingerir lácteos para melhorar uma infecção ou intoxicação no estômago é uma ilusão. A melhor solução é manter o corpo hidratado e consultar um médico.

Mito: Colocar batata numa lesão por queimadura na pele.
Nenhum remédio caseiro serve para tratar queimaduras, sejam verduras ou carnes de qualquer tipo. Você deve enxaguar a ferida com água à temperatura ambiente e consultar um dermatologista.

Mito: Aplicar óleo numa queimadura ou irritação da pele.
Os melhores conselhos sempre serão de um especialista e não os domésticos. Aplicar qualquer líquido ou substância nas queimaduras é um erro que muitos cometem. A única coisa que se deve fazer é lavar o local com água em abundância e consultar um médico imediatamente.

Os remédios caseiros nunca serão a solução correta, não devemos seguir estes conselhos pois as consequências são diferentes dependendo da pessoa. A única atitude válida é consultar o seu médico ou um especialista, se for necessário.

Alexandre Rudalov

Acredito que o principal papel de um pai é participar efetivamente na educação e se educar junto aos filhos, solidificando a relação de afeto e amizade entre ambos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close search
Back To Top